domingo, 2 de agosto de 2015

PUDIM DE SAGU DE TAPIOCA








Eu resolvi experimentar esse pudim com Sagu de tapioca, apesar de pode ser feito com outros tipos. Eu gosto daquelas bolinhas do sagu. Mas tem uns segredinhos para quem quiser fazer com o sagu. Como o sagu é mais duro, precisa ficar de molho. E como o pudim não é feito no liquidificador eu dou umas dicas na receita de como fazer e ficar delicioso. A receita está bem detalhada. 
Eu usei como base a receita da Bárbara do blog AROMA DOCE

INGREDIENTES: Usei forma de buraco no meio com 23 cm de diâmetro e 5.5 cm de altura 



Pudim
1 xícara de (chá) tapioca  (é somente 1 xícara, não coloque mais que isso). Eu usei sagu de tapioca (umas bolinhas redondas) como mostro na foto. (Mas pode usar a tapioca granulada; aquela de fazer cuscuz branco ou a tapioca fina que é a pedida nessa receita).
1  vidro pequeno de leite de coco +/- 200 ml em temperatura ambiente
1 litro de leite comum em temperatura ambiente
4 colheres de sopa de açúcar
100g  margarina ou manteiga
4 ovos inteiros batidos ligeiramente (eu os quebrei e retirei a gala e os bati ligeiramente para ficar mais fácil na hora de misturar)
1 lata de leite condensado
100g de coco ralado (eu usei o de flocos úmidos e adoçado e ficou ótimo).

Calda de caramelo
¾ de xícara de açúcar
1 xícara de água
1 pau de canela e 4 cravos da índia (sem as bolinhas da cabeça)


MODO DE PREPARO:

Antes de fazer a calda de caramelo. Coloque o sagu de molho em uma panela misturado com o leite de coco, o açúcar e o leite comum. Reserve fora do fogo e mexa de vez quando para o sagu não grudar. (Como o sagu é mais duro que a tapioca granulada ou a fina, eu deixei de molho na panela mexendo de vez quando para o sagu não grudar, enquanto eu fazia a calda de caramelo na forma própria onde vou assar o pudim). O sagu tem que ficar de molho pelo menos 45 minutos e o leite e o leite de coco tem que estar em temperatura ambiente.
 







Faça a calda misturando todos os ingredientes na forma e leve ao fogo sem mexer até ficar com a cor de guaraná! Eu quando já começa a querer mudar de cor, apenas levanto a forma e sacudo com ajuda de um pano. Mas não deixo passar da cor de guaraná, senão queima. Deixe se quiser não retire e deixe o pau de canela e os cravos na forma dá um perfume extra. Reserve.







Depois da calda pronta. Leve a panela reservada com o sagu, o leite de coco, o coco e o açúcar ao fogo alto mexendo sempre e sem parar até começar a engrossar e formar um mingau grosso. (Demora um pouco, por isso comece no fogo alto e assim que começar a levantar fervura, abaixe o fogo, mas sem parar de mexer senão prega no fundo. Não dá ponto não, fica mesmo um mingau grosso) Retire do fogo e deixe amornar.








Depois de amornar misture com: 100g de margarina ou manteiga, 4 ovos inteiros batidos, o leite condensado e o coco ralado.
Misture tudo muito bem com uma espátula ou fuê (batedor de arame) que foi o que usei, batendo bem até que fique homogênio.



Asse em banho Maria em forno pré-aquecido em temperatura máxima e depois quando colocar o pudim reduza para 205°C. Leva mais ou menos de 55 minutos a 1hora para assar dependendo do forno e o teste do palito funciona, ele sai limpo.
Retire deixe esfriar e leve para gelar e desenforme e sirva bem gelado.




Ficou muito bom amigos! Para quem gosta de sagu, vale a pena experimentar essa receitinha!