segunda-feira, 6 de outubro de 2008

BOLO SALGADO DE PALMITO

Para o meu aniversário esse ano, eu fiz o Bolo Salgado de Palmito, uma receita de família que há muito tempo costumamos fazer em festas e até mesmo para uma refeição mais caprichada, ou um lanchinho. Sempre que eu faço eu modifico em alguma coisa,pois esta receita fica sempre com um toque muito pessoal já que consiste de uma parte de refogado e outra de bolo.Todo mundo gosta! Cresce bastante. É gostoso quente, frio ou gelado!
Vou colocar a receita do jeito que eu fiz em meu aniversário que ficou muito gostosa também. Pode ser feita em qualquer assadeira, mas tradicionalmente usamos a forma de anel. Mas estou postando 
também, fotos mais recentes do bolo que fiz na assadeira retangular.









INGREDIENTES PARA O REFOGADO:


1 vidro de palmito drenado 400g picadinho
1 cebola grande picada
3 dentes de alho grandes socados
3 colheres de sopa de extrato de tomate ou 2 tomates médios picadinhos e 1 colher de sopa de extrato de tomate e se usar essa opção diminua a água que será juntada ao refogado de 200 ml para 100 ml
1 colher de chá de cominho
1 colher de chá de pimenta do reino moída
1 pimentão verde médio picadinho
1 colher de café de açúcar
1 colher de chá de sal
cheiro verde picadinho a gosto


MODO DE FAZER:

REFOGADO:Numa panela refogue a cebola e o alho no azeite até dourar claro, junte o pimentão e deixe refogar bem. Adicione o extrato de tomate e 200 ml de água. Tempere com a pimenta e o cominho, salgue e acrescente o açúcar. Junte o palmito picadinho, misture muito bem. Deixe ferver bem e tampe a panela abaixe o fogo para tomar gosto por aproximadamente 5 minutos. Desligue o fogo, junte o cheiro verde picadinho a gosto e reserve.

PARA O BOLO:

3 ovos
2 xícaras de chá de leite morno
1 xícara de chá de queijo parmesão ralado ou 100g
1 colher de sopa de manteiga ou margarina
12 colheres de sopa de farinha de trigo
2 colheres de sopa de fermento em pó dissolvidas no leite morno das xícaras
1 colher de chá de sal
1 xícara de chá óleo de soja, milho ou outro de sua preferência


MODO DE FAZER:

BOLO:No liquidificador bata o óleo, o fermento dissolvido nas 2 xícaras de leite, os ovos, a manteiga, o sal, o queijo ralado e a farinha de trigo. Junte esse creme ao refogado reservado misturando bem. Asse em forma de anel grande, untada e enfarinhada em forno pré-aquecido até dourar e enfiando um palito o mesmo saia quase seco. Não fica tão seco quanto um bolo, a consistência é de pudim.

NOTA: Quanto mais líquido for o refogado, mais mole fica o bolo. É bom um meio termo nem tão pra bolo e nem tão pra pudim. Já fiz esse bolo tantas vezes e todas as formas, sempre fica ótimo!
O refogado pode ser feito a gosto, com os ingredientes que você preferir. Depois é só juntar esse refogado à massa batida no liquidificador. Não tem mistério!

RECEITA ORIGINAL:

Hoje eu fiz o Bolo de Palmito do jeitinho que aprendi na receita da minha vó!
E fotografei o passo a passo que vou colocar aqui para complementar a receita:

INGREDIENTES:
Na receita original diz apenas faça um refogado em óleo de soja com cebola, alho, tomate,salsa e cebolinha (cheiro verde),pimenta do reino à gosto, sal. Adicione um vidro de palmito picado e deixe ferver.



Eu usei:
Azeite que baste
1 cebola média picadinha
1 colher de sopa de alho socado ou picadinho
4 folhas de louro pequenas
3 tomates médios picadinhos (com a casca e as sementes)
4 colheres de sopa de extrato de tomate
150 ml de água
1/2 maço de cheiro de verde picadinho
pimenta do reino usei 2 colheres de chá (use à gosto eu gosto de pimenta)
Cominho usei 2 colheres de chá ( sempre digo tempero é gosto, logo use à gosto)
1 colher de chá de açúcar
sal à gosto.

COMO EU FIZ:
Numa panela coloque azeite que baste e deixe aquecer.


Junte a cebola e deixe amolecer até ficar transparente então junte o alho.


  Junte as folhas de louro. 


  E deixe o alho dourar claro.

  Junte os tomates picados.



  Deixe o tomate soltar água e agora tudo em fogo brando.



  Junte a pimenta do reino e o cominho e mexa.


   Junte o palmito escorrido e picadinho.



    Deixa refogar.



   Junte o extrato de tomate.



   Salgue à gosto e mexa.


   Junte o açúcar e deixe ferver.



Deixe a panela semi tampada e deixe o refogado tomar gosto em fogo o mais   baixo possível por 20 minutos e mexa de vez em quando até completar o     
tempo.



Depois de 20 minutos o molho já apurou e reduziu o suficiente junte o cheiro   verde picadinho, mexa, acerte o sal e desligue o fogo.



  Prontinho. Reserve.

EU USEI PARA MASSA DO BOLO: RECEITA ORIGINAL
INGREDIENTES:

2 ovos (Nessa receita eu usei 2 ovos pois é assim a original)
2 xícaras de chá de leite morno (Eu não amornei o leite)

1 xícara de chá óleo de soja, milho ou outro de sua preferência.
1/2 colher de sopa de manteiga ou margarina (É meia colher na receita original)

1 xícara de chá de queijo parmesão ralado ou 100g
1 colher de chá de sal
12 colheres de sopa de farinha de trigo das antigas e cheias, não serve as colheres de medida culinária e rasadas usadas atualmente)

como mostro aqui na foto:


 2 colheres de sopa de fermento em pó dissolvidas no leite morno das xícaras  Eu não dissolvi o fermento no leite, eu coloquei direto no liquidificador por  último de tudo).




 COMO EU FIZ:

 Usei dessa vez uma assadeira retangular de 40x24x3.5 (aquela maior tamanho    do jogo de 3) Untada e enfarinhada.






 No liquidificador coloquei primeiros os ingredientes líquidos .


 Depois juntei o queijo ralado.


  Juntei o restante dos ingredientes sólidos


   E misturei tudo muito bem para ajudar na liquidificação.


  Depois de liquidificar a massa eu misturei a massa no recheio reservado na    
   panela.



   Misture a massa liquidificada com o recheio na panela para uniformizar   
   mexendo bem.






   Aí está!


   Coloque a massa misturada na assadeira e pré aqueça o forno em temperatura 
   máxima por 10 minutos e quando colocar o bolo, reduza a temperatura para  
   205°graus.



    Asse por mais ou menos 40 a 45 minutos. tem estar firme no centro.




    Fica maravilhoso a consistência é macia! Esse foi feito ontem! Em assadeira 
   retangular 09 de junho de 2015.






 Esse aqui fiz no meu aniversário de 2011.

domingo, 5 de outubro de 2008

BERTALHA REFOGADA



Adoro folhas e sigo o mesmo processo para todas. É fácil de fazer e pode ser consumida em segurança.



BERTALHA A bertalha (Basella rubra L.) pertencente à família da baseláceas, é cultivada por suas folhas carnosas, muito consumidas no Rio de Janeiro. Por sua utilização na Índia, chama-se também de espinafre indiano.
Semelhante ao espinafre, com folhas mais arredondadas, que são verde escuras, carnosas e geralmente pontudas Pode ser refogada, adicionada aos cozidos ou consumida na forma de cremes. Fica muito gostosa em saladas, refogados, sopas e omeletes.
Suas folhas são ricas em vitamina A, portanto a bertalha é recomendada ao combate à doenças do fígado e no combate às hemorragias do pós-parto. Mas seu consumo exagerado deve ser evitado pelas mulheres no início da gravidez devido essa mesma vitamina A, que não é facilmente decomposta pelo organismo e pode causar lesões no feto.
A bertalha é uma verdura rica em cálcio, fósforo e ferro. Como contém poucas calorias, é recomendada em regimes de emagrecimento.
A bertalha fresca, boa para o consumo, tem folhas de cor verde bem escuro, tenras,limpas, sem manchas nem marcas de insetos. Não compre maços com folhas amareladas, murchas ou rasgadas, isso indica que a verdura foi colhida há muito tempo.
De preferência, a bertalha deve ser consumida logo após ser colhida, pois se deteriora com muita facilidade. Se quiser conservá-la por 2 ou 3 dias, embrulhe em papel ou plástico e guarde na gaveta de verduras da geladeira.

BERTALHA REFOGADA:


INGREDIENTES:

2 maços de bertalha bem verde escuro e brilhantes
azeite extra virgem (que baste para refogar todo o alho usado generosamente) a gosto
6 dentes de alho amassados ou picadinhos (eu aconselho a usar no mínimo 3 dentes de alho grandes para cada maço da folha. Como eu adoro alho uso 4 dentes de alho grandes para cada maço de folha. Mas a quantidade de alho pode ser a gosto)
sal e pimenta do reino moída na hora (as folhas pegam muito sal, por isso cautela na hora de salgar. Eu salgo de olho, mas 1 colher de café de sal para cada maço de folha tá suficiente para quem não pode comer salgado. Eu não posso, mas não adianta rsrs) a gosto
1 colher de sopa de água sanitária para cada litro de água usado para higienização das folhas
4 litros de água que baste para cobrir as folhas em imersão. (depende da quantidade que você for fazer. Eu usei 4 litros porque foi o suficiente de água para cobrir os dois maços de bertalha que eu estava higienizando)





Desfolhe a Bertalha, retirando as folhas que não estiverem perfeitas. Eu aproveito os cabinhos da ponta dos galhos que são novos e cozinham bem; além de terem bastante nutrientes para o nosso organismo.



Lave em bastante água corrente.




Escorra e coloque numa bacia com água suficiente para cobrir e então higienize.



Para cada litro de água; use uma colher de sopa de água sanitária e deixe em infusão por 15 minutos.




Decorrido o tempo lave novamente, para retirar qualquer resíduo de água sanitária. Escorra e reserve.



Com auxílio de uma faca afiada; cote as folhas com cuidado. Eu já tenho prática e não estrago minha peneira que é de plástico. Corte pouco, pois as folhas encolhem no cozimento.



Pique bem miudinho ou esprema os alhos.



Numa panela, esquente o azeite junto com os alhos. O azeite é o suficiente para cobrir generosamente o alho. Conforme estou mostrando.



Mexendo com uma colher de pau vá refogando os alhos no azeite e junte o sal



Refogue bem até ficar dourado claro.



Abaixe o fogo e Junte as bertalhas e vá refogando



Abafe com a tampa da panela, para ajudar a murchar e vigie o refogado. Pois não pode cozinhar demais que os nutrientes se perdem e também não pode ser em fogo alto, porque solta muita água. Cozinhe apenas para murchar e ferver. A coloração tem continuar um verde vivo. Se ficar cinzento ou verde opaco, passou do ponto.



Bom apetite! Olha que bonito!!!