quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

MAIONESE DE MACARRÃO DA MINHA MÃE



Essa maionese é simples e leva pouquíssimos ingredientes, mas o que ela tem de simples , tem de saborosa. O milho confere quase um gostinho agridoce é picante e equilibrada, puxada no curry que é a base de seu tempero; então é pra quem gosta de curry. Leve, porque leva pouquíssima maionese, só para dar um liga é cheia de segredos na sua confecção e mistério em seu sabor; para faze-la é necessário técnica, inspiração e paladar, olho e mão, pois a textura é de correr a colher solta e o tempero é à gosto de acordo com o seu paladar. Quem prova adora!
Invenção de D. Marlene minha mãe que adorava inventar pratos, criar e misturar temperos.
É a maionese do Natal de nossa família e nunca pode faltar. Demorei um pouco até chegar ao ponto em que mamãe deixava a maionese e também sofri, porque o essencial para chegar em seu sabor original é o tempero Fondor Grill da Maggi, para aves, peixes, legumes e saladas; que saiu do mercado, mas que ainda bem a Maggi relançou novamente. Em homenagem a minha mãe eu fiz a maionese dela, agora no aniversário do meu marido e quase que não consigo tirar a foto rsrs!


INGREDIENTES:
Entre 600 a 700 gr ou ± 2/3 do pacote de 1 kg de macarrão parafuso (fusili) cozido "al dente"
Maionese vidro pequeno (250 gr)
Azeite extra virgem
1 colher de sobremesa cheia de curry ou caril
1 colher de sopa cheia de Fondor grill (tempero em pó da Maggi) ou 4 envelopes de caldo de galinha em pó (sazon)
2 lata de milho em conserva escorridas
Sal e pimenta do reino á gosto
No mínimo ½ litro de leite de vaca para umedecer e mais se precisar
PASSO A PASSO:Cozinhe o macarrão "al dente" em bastante água temperada com sal e óleo. Escorra e reserve.



Numa bacia grande, coloque o macarrão e molhe generosamente com leite; vai mais ou menos ½ copo americano.


Salgue à gosto; sem exagerar, pois os temperos são salgados e picantes; no processo eu vou provando e salgando.


Junte as duas latas de milho escorridas e mexa bem com ajuda de uma espátula de silicone.

A cada adição de temperos ou ingredientes vá adicionando leite. Após eu ter adicionado a segunda lata de milho, eu já reguei com leite e depois misturei.
É importante ir regando sempre, pois bastante úmido o macarrão não se despedaça e o leite é que confere leveza à maionese, para não ficar grudenta.


Junte uma colher de sopa cheia do tempero Fondor Grill da Maggi para aves, peixes, legumes e saladas.Ao longo do processo eu experimento e vejo se é necesserário adicionar mais de acordo com o meu paladar; pois o tempero é a nota alta dessa maionese.E novamente rego com leite.
Acrescente uma colher de sobremesa cheia de curry e mexa bem.
Regue com bastante azeite extra virgem.


Junte 3 colheres de sopa bem cheias de maionese e em seguida uma colher de chá cheia de pimenta do reino ou à gosto.
Mexa bem e regue generosamente com leite. A maionese tem que ficar leve, a colher tem que correr solta por ela. Prove e acerte o sal e veja se acha necessário adicionar mais Fondor, curry ou pimenta.

Leve á geladeira em recipiente fechado e na hora de servir regue com mais leite para conferir leveza.

Coloque numa saladeira bonita e sirva!

domingo, 14 de dezembro de 2008

FLOR DE TOMATES E BALSÂMICO



Fiz no dia dos pais esse ano. Queria oferecer pro meu pai além de um almoço todo confeccionado por mim; também uma surpresa. Meu pai adora uma mesa posta com capricho e pratos enfeitados e decorados. Então quando ele vem aqui em casa, eu faço tudo que ele gosta! Porque AMO MUITOOOOO meu pai. Daí tive essa idéias assim...pensei será? Bem eu vou tentar e aí está o resultado.INGREDIENTES:
4 unidades de tomates caqui grandes e maduros
vinagre balsâmico (para borrifar) a gosto
azeite extra virgem a gosto
sal e pimenta do reino moída na hora a gosto
orégano, manjericão, tomilho e alecrim a gosto
1 fatia de queijo parmesão fresco pequena cortada em formato de rodela (para fazer o miolo)
1 unidade de cebolinha verde (para fazer o cabinho)
3 unidades de folhinhas de salsa (para fazer as folhinhas)


PASSO A PASSO:

Lave e higienize os tomates. Com ajuda de uma faca boa de corte. Descarte as duas extremidades de cada tomate e corte fatias finas, mas não muito finas. Reserve. No centro de um prato ou saladeira, coloque a rodela de parmesão ( eu usei 2 uma em cima da outra) para fazer o miolo. Depois vá arrumando os tomates cortados em rodelas reservados; começando de fora pra dentro e a cada camada de rodelas polvilhe sal, azeite, vinagre balsâmico e as ervas; até completar a roda da flor.

Com a cebolinha faça o cabo.Faça as folhinhas com as folhas de salsinha .Não borrife azeite nem temperos no cabinho e nas folhinhas da flor.

Cubra com filme plástico e leva a geladeira até a hora de servir.

OBS: Eu peço desculpas aos amigos que deixaram comentários nessa postagem antiga, mas tive que reeditá-la, pois estava dando erro no html; sendo assim reeditarei todas as minhas primeiras postagens, mas os comentários estarão salvos e guardados comigo com todo o carinho. Beijos

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

ESPAGUETE AO KANI





Esse espaguete diferente ao Kani me chamou a atenção. Há tempos que tenho essa receita e por achar esquisito a quantidade de água da primeira vez que fiz usei molho de soja; ficou bom, mas descaracterizou o kani. Guardei. Resolvi fazê-la na íntegra e gostei. Na segunda vez que fiz mexi na receita e diminuí a manteiga, aumentei o alho e a quantidade de Kani e usei mais champgnons e fatiei fininhos e juntei açafrão para colorir.
Essa receita é da Fernanda Takai do Pato Fu; com algumas alterações feitas por mim.
Fica muito gostoso e bem amanteigado é bem leve e de sabor suave!

INGREDIENTES:

1/2 kg de espaguete cozido "al dente"
300 gramas de kani desfiado ou cortado no sentido do comprimento
120 gramas de champignons picados ou fatiados(eu usei fatiados)
120 gramas de manteiga
250 ml de água filtrada (um copo americano)
1 colher de sopa de alho socado
1 colher de sopa de azeite
sal e pimenta do reino a gosto
1 colher de sobremesa de açafrão para colorir


PASSO A PASSO:

Cozinhe o espaguete "al dente" em bastante água, temperada com sal e óleo e reserve


Fatie ou pique os champignos e reserve.

Desfie o Kani no sentido do comprimento e reserve.

Frite o alho no azeite.

Quando estiver dourado junte a manteiga e mexa bem.

Junte os champignons e refogue rapidamente.

Junte o Kani desfiado.

E refogue rapidamente, senão o kani ficará muito mole.

Tempere com sal e pimenta.

Junte a água e deixe ferver, abaixe o fogo e junte o espaguete.

Mexa e cuidadosamente e deixe incorporar bem o molho.


Sirva em seguida.

OBS: Eu não polvilho queijo ralado, pois o sabor é muito suave, mas se prefirir polvilhe com o queijo parmesão ralado fresco.

TORTA DE BANANA RELÂMPAGO





Muito rápida e gostosa. É crocante, não leva ovos, nem leite só 30 minutos de forno.
Essa receita de torta de banana é um curinga gente. Já me salvou várias vezes quando não tinha tempo para preparar nada e era imprescindível servir alguma coisa às minhas visitas. Já cheguei a fazer essa torta com as visitas já na minha casa e pode acreditar que dá rsrs!



INGREDIENTES:Medida-Copo de 150ml(copo de botequim; aqueles em que servem cafézinho ou média).2 copos de açúcar
2 copos de farinha de trigo
150 gramas de margarina
2 colheres de café de fermento químico em pó
3 unidades de banana nanica bem maduras cortadas em rodelas (aproveite as que já estão começando a ficar pretinhas)
canela (para polvilhar) a gosto
açúcar cristal (para polvilhar) a gosto

Use forma redonda de 22 a 24 cm de diâmetro se possível de aro removível. Eu usei uma forma comum de 24cm de diâmetro com 4 cm de altura.
PASSO A PASSO:

Unte e enfarinhe a forma e reserve.
Pré aqueça o forno em temperatura alta.


Misture todos os 4 primeiros ingredientes, até que vire uma farofa.


Coloque na forma reservada, a metade da farofa formando uma camada.


Coloque outra camada da banana nanica em rodelas.( Eu quando a banana tá bem madurinha corto fatias mais finas e faço duas camadas com as rodelas de banana). É Importante observar uma distancia das rodelas de banana da forma para que no cozimento, não grudem na forma e queimem.
Cubra com o restante da farofa.
Dê uma boa apertada na torta,para ligar a massa.


Polvilhe com açúcar e canela.


Leve ao forno por 30 minutos. Nos primeiros 15 minutos a 280 graus e nos 15 minutos restantes a 230 graus.Estará pronta se enfiando um garfo este sair seco. Não deixe dentro do forno porque a torta ficará ressecada. Retire do forno quando completar o tempo de cozimento.