quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

BACALHOADA DA CASA





Eu nunca gostei de bacalhau; achava o cheiro horrível e não tinha coragem de por na boca nenhum pedacinho! Até que fui trabalhar para o consulado da Noruega como promotora de vendas do bacalhau. Aí começou a minha paixão pelo bacalhau lá estudei o processo de salgamento que ganha o nome de BACALHAU. Convivi e conheci inúmeras pessoas através desse trabalho e aprendi a saborear o bacalhau, além de pesquisar muitas receitas, desenvolver as minhas próprias e aprender outras, com pessoas que entendem bastante do assunto como os nossos queridos amigos da península Ibérica. Então vou falar um pouquinho sobre o Bacalhau:
O bacalhau é provei muito bacalhau o nome do processo de salgamento feito nos peixes que vivem nas águas geladas do Atlântico Norte e são processados junto ao seu local de pesca, preservando assim todas as suas qualidades originais.
São 4 os tipos de peixes que sofrem esse processo e produzem o bacalhau da Noruega: O cod (Porto ou Codinho), o Saithe, o Ling e o Zarbo. Diferentes na aparência, mas semelhantes na utilização e sabor. Todos os tipos de bacalhau são processados da mesma maneira, sem nenhum aditivo químico. É rico em sais minerais, vitaminas e proteínas, além de ter baixo teor de colesterol e gorduras.


INGREDIENTES:

1.5kg bacalhau seco (eu uso sempre o Saithe que fica ótimo e é mais em conta)
800gr batatas cozidas em água e sal “Al dente” cortadas ao meio e em cruz
200gr de azeitonas pretas portuguesas
1 cabeça de alho grande, mais 3 dentes de alho
3 cebolas, sendo uma média inteira e duas grandes fatiadas
2 pimentões verdes fatiados fino
500 ml de azeite extra virgem de boa qualidade vai usar todo ou quase todo.
Pimenta do reino á gosto


PASSO A PASSO:

Retire a pele do bacalhau, lave e coloque para dessalgar(Conforme eu explico na postagem intitulada "Truques para agilizar o preparo do bacalhau, no marcador bacalhau"). Leve para aferventar com água que baste apenas para cobrir o bacalhau, contando exatos 10 minutos a partir do fervimento da água.

Retire o bacalhau assim que desligar o fogo. Coloque num prato ou bandeja e deixe esfriar para começar a desfiar.

Assim que estiver em temperatura suficiente para que você consiga manusear, retire as espinhas, as partes pretas e alguma pele fina branca que tenha ficado. Desfaça em lascas grandes. Passe para uma bacia e reserve.


A parte, com a cebola menor, 3 dentes de alho e azeite que baste, faça uma pasta no liquifificador e misture ao bacalhau reservado na bacia.

Tempere com pimenta do reino á gosto, misture e reserve.

Num pirex grande coloque um dedo de azeite é um dedo mesmo (mais ou menos um cm de azeite).


Salpique toda a cabeça de alho bem socadinho, pelo fundo do pirex com azeite.

Faça uma camada de cebolas fatiadas.


Arrume uma parte das batatas cozidas ao redor do pirex, conforme for alternando as camadas vá rodeando com as batatas para que elas fiquem bem arrumadas ao redor do pirex.

Regue as batatas fartamente com azeite.

Faça uma camada com a terça parte do bacalhau resevado e regue generosamente com azeite.

Faça outra camada com as cebolas e regue bem com azeite.

Faça uma camada de pimentões,sempre regando bem com azeite a cada adição de camadas.

Junte algumas azeitonas e continue alternando camadas e regando com azeite, vá completando o pirex ao seu redor com as batatas.

Termine com uma camada de bacalhau tomado cuidado de deixar espaço de um dedo para decorar e assar sem que o azeite se derrame, pois, este ferve no pirex e sobe.

Decore com bastante cebola e pimentões, espalhe bastante azeitonas e regue bem azeite.



Cubra com papel alumínio. Guarde em geladeira e leve ao forno somente na hora de servir.Este prato pode ser preparado com antecedência de até 48 horas e guardado em geladeira, que fica ótimo!

Leve ao forno pré aquecido por 10 minutos a 280ºC e abaixe para 230ºC. Asse coberto com papel laminado até o azeite ferver, depois retire o papel e deixe por mais 3 a 5 minutos para dar uma dourada. Sirva a seguir acompanhe de arroz branco e pão.

Um comentário:

Simplesmente Mariza disse...

Sensacional. Em primeiro lugar, amo bacalhau. Que oportunidade maravilhosa tiveste neste teu trabalho, de conhecer melhor e aprender a apreciar esta delícia. Marlene, parabéns pela receita, é outra que preciso capturar já.
Ireesistível.
Beijão